O que é essencial? | 7 coisas que fazem toda a diferença na minha vida

By 9 de julho de 2017Filosofia de vida

Durante a infância e a adolescência eu sempre esperei. Eu esperei terminar o colégio, esperei para ter independência, esperei para poder sair sem hora para voltar, para ter mais privacidade, esperei para ter um cantinho só meu, do meu jeito.

Aí a vida acontece e eu entrei na mesma loucura que a maioria de nós entra. Para conquistar todas as coisas que eu sempre esperei na vida eu precisava de um diploma, de um idioma novo, de dinheiro, de um emprego… A vida aconteceu para mim de um jeito meio sem controle, pois eu nunca tinha esperado fazer uma faculdade, qualquer que fosse. Eu nunca tinha esperado trabalhar num escritório, com o que quer que fosse.

É engraçado pensar que eu – a “eu” que eu me tornei fazendo todas as coisas que eu não esperava fazer – com uma pinta meio feminista-defensora-dos-animais-e-do-meio-ambiente fosse chegar onde estou hoje: uma dona de casa, mãe de gatos, ceramista, super engajada com confecção de manualidades que funcionam, na verdade, como forma de meditação-terapia.

Eu precisei ir longe na busca pelas coisas que eu esperava, tão longe que eu até perdi elas de vista fazendo as coisas que “precisavam” ser feitas para conquistar o que realmente era o objetivo. Quantas vezes não fazemos isso, né não? Nos perdemos na busca, esquecemos o foco, o objetivo final?

(Neste post mesmo, estou aqui me concentrando para falar do que vim falar e não acabar escrevendo algo completamente diferente, como geralmente acontece com meus posts!)

No fim das contas eu precisei trabalhar muito o autoconhecimento para relembrar tudo aquilo que eu esperava no comecinho da minha vida, tudo aquilo que realmente faz meus olhos brilhar e não é que essas coisas são as mais simples possíveis? Talvez se eu não tivesse entrado no circuito padrão faculdade-trabalho-carro-casa-casamento-filhos-etc eu teria encontrado o que esperava muito antes.

Geralmente o que é essencial pra gente é tão sutil, não se compra em loja alguma, não se dá e nem se troca… Geralmente se sente, se vê, se cheira, se saboreia, se experiencia. Ao menos para mim é assim.

Eu listei abaixo 7 coisas que são essenciais para mim, não coloquei em nenhuma ordem de importância nem nada.

1 – Gatos (A vida toda sempre quis ter um gato de estimação, mas minha família nunca gostou de gatos. Um belo dia tomei coragem e levei um gatinho para casa, mesmo contra a vontade dos meus pais. O resultado dessa história é que todo mundo hoje tem gatos por aqui!)

2 – Silêncio (A casa dos meus pais sempre foi a típica casa de interior, mesmo quando saímos dele e viemos para a capital. Muita gente, muita comida, muita música, muita conversa… Muito barulho, 100% do tempo. Depois que conheci o Carlos levou um tempo para me adaptar ao jeito dele, mas uma das grandes coisas que aprendi com ele e meus sogros foi que silêncio é uma das melhores coisas da vida!)

3 – Pôr do Sol (A gente geralmente ignora a beleza das coisas mais simples do dia a dia. Uma vez eu trabalhei de frente para uma janela com vista para o oeste, foi aí que descobri que um bom por-do-sol, daqueles que pinta o céu todinho de laranja, vermelho, rosa e roxo, faz qualquer problema desaparecer, mesmo que só por meia horinha)

4 – Tempo com as migas (Eu cresci sendo a guria do grupo dos piás. Sabe, aquela criatura que olhando de longe você não percebe, mas chegando perto você vê que é menina? Então, eu. Depois de adulta fiz amizades femininas, elas duas, minhas irmãs que nasceram de outras mães. Com elas a vida é leve, os problemas acabam com pipoca e as adversidades da vida são brindadas com boas gargalhadas)

5 – Minhas mãos (Fiz até um post aqui, um dos primeiros, falando sobre elas. Uma homenagem eu acho hehe O fato é que sem minhas mãos eu não sei viver, elas me permitem criar e através da criação eu me completo, eu me demonstro, eu me exponho e me justifico nesse mundo)

6 – Família (Marido, pai, mãe, irmãos, cunhadas e todos os sobrinhos que essa vida me deu! Eu admito que rio muito mais com as gurias, que consigo ficar muito mais quietinha no meu canto sozinha em casa. Mas eles são a razão de tudo. Eles são o amor reciprocamente incondicional. Eles são o ombro disponível em qualquer situação. Qualquer mesmo.)

7 – Auto análise (Fiquei na dúvida se colocava comida nesse item, mas o fato é que desde que passei a me conhecer melhor eu descobri a imensidão que existe aqui dentro, a infinidade de possibilidades e descobri que quanto mais eu mergulho em mim, mais satisfeita com a vida e mais feliz eu me sinto)

 

Deixo aqui meu desafio para você listar os seus 7 ítens essenciais para a vida. Depois da reflexão me conta o que descobriu!

Até mais.

Carinho.

 

Leave a Reply